Vicio em tradutor

O vício em pornografia é um comportamento patológico (que beira o sexoolismo e o netoolismo que consiste em uma profunda subordinação à rotina diária de assistir material pornográfico. Para os viciados, assistir a um filme pornográfico se apresenta como um meio de obter satisfação sexual, razão pela qual a relação sexual clássica com outra deixa de ser boa para ele. Não é necessário nada inapropriado se o filme pornográfico for usado durante a masturbação ou como parte das preliminares, o que aumenta a excitação de ambos os parceiros. Só estamos enfrentando o distúrbio quando todo o horário do dia é alterado em termos da possibilidade de obter satisfação com a observação crônica de material pornográfico. Recomenda-se que uma pessoa viciada em pornografia assista a pornografia mesmo durante o horário de trabalho ou quando deveria passar na escola ou organizar outras tarefas. O tratamento é revelado por uma solução terapêutica apropriada, quando o viciado começa a perder o cuidado de nosso apartamento e o impulso patológico começa a ditar a estratégia da vida cotidiana.

Embora assistir pornografia por crianças possa causar estragos em sua psique, em adultos (ciente da natureza convencional do material discutido, simplesmente não é um perigo. No entanto, com a condição de que não seja o último vício rapidamente em pornografia, que é um vício imparável que começa a dominar sobre quaisquer outros elementos de ser uma instituição. Existem cinco estágios de dependência da pornografia: descoberta, exploração e pesquisa, insultos, escalação e implementação. O tratamento do vício começa apenas após a quinta fase, quando a exibição passiva (uma vez emocionante de material pornográfico atualmente não traz satisfação. Tendo já usado todo o potencial erótico disponível da Internet, os viciados estão começando a procurar oportunidades de dar vida a suas fantasias, o que pode ser prejudicial para novos tipos. Infelizmente, muitas vezes é apenas experimentar as conseqüências desagradáveis ​​desses comportamentos na forma de deixar um garoto do sexo sóbrio, do vício à pornografia, e dar-lhe a motivação necessária para pedir ajuda a um sexólogo.